Home/Aviso Legal

Aviso Legal

Política de Privacidade

Nos comprometemos em proteger sua privacidade e usaremos suas informações pessoais apenas de maneiras que sejam compatíveis com esta Política de Privacidade.

Lei de Transparência nas Cadeias de Abastecimento da Califórnia de 2010

A Scholle IPN Corporation e suas subsidiárias tem orgulho em apoiar a Lei de Transparência das Cadeias de Suprimentos da Califórnia de 2010 (Lei), que proíbe o trabalho escravo e o tráfico de pessoas em sua cadeia de suprimentos de bens tangíveis oferecidos para venda.

Em conformidade com a lei, a Scholle IPN Corporation treina seus funcionários e equipe de gestão com relação à mitigação de riscos relacionados com o trabalho escravo e tráfico humano na cadeia de suprimentos de seus produtos e, mediante solicitação, obtém verificação por escrito de seus fornecedores de que os materiais incorporados aos produtos do fornecedor adquiridos pela Scholle IPN estão em conformidade com as leis aplicáveis ​​em relação ao trabalho escravo e ao tráfico de pessoas no país ou países nos quais os fornecedores fazem negócios.

De acordo com a Lei, a Scholle IPN obtém diretamente uma auto-certificação de conformidade de seus fornecedores, ao invés de auditorias não anunciadas realizadas por si própria ou por empresas terceiras, consideradas menos eficazes. As violações da lei devem ser encaminhadas ao departamento jurídico da Scholle IPN para acompanhamento adequado, de acordo com suas práticas de responsabilidade.

 

Declaração de Transparência nas Cadeias de Suprimento, de acordo com a Seção 54 da Lei de Escravidão Moderna do Reino Unido de 2015

Esta declaração é feita em nome da Scholle IPN UK Ltd., a afiliada local da rede global de empresas Scholle IPN.

AGRADECIMENTOS E COMPROMETIMENTO

As novas formas de escravidão abrangem o tráfico humano, trabalho forçado e servidão. Scholle IPN tem uma política de tolerância zero com a escravidão de qualquer tipo. Nós reconhecemos que as empresas podem desempenhar um papel importante na erradicação desse desafio global, implementando práticas de negócios em suas operações que afetam a qualificação e o engajamento contínuo de sua cadeia de suprimentos.

O sucesso e a sustentabilidade da nossa empresa dependem, em grande parte, do respeito e da dignidade com que tratamos os nossos colaboradores. A Scholle IPN se opõe veementemente ao uso de trabalho infantil, trabalho forçado e todas as outras formas de exploração humana, seja de natureza física, emocional ou psicológica.

Estamos comprometidos em agir com ética, integridade e transparência em todas as negociações comerciais e em implementar sistemas e controles eficazes para proteção contra qualquer forma de escravidão em nossos negócios. Esperamos que nossos vendedores e fornecedores apliquem os mesmos padrões e nós continuaremos a trabalhar com eles para desenvolver e implementar mecanismos voltados para esse objetivo.

ESTRUTURA DE NEGÓCIOS

Scholle IPN é uma empresa de embalagens de alta performance líder em seu setor setor que fabrica soluções de embalagens flexíveis para uma variedade de aplicações, incluindo alimentos, bebidas e mercados industriais em todo o mundo. Oferecemos embalagem bag-in-box, embalagem pouch asséptica, filmes plásticos, equipamento de enchimento e componentes de embalagem como componentes e conectores.

 

Práticas e Políticas Comerciais Relevantes

A Scholle IPN implementa uma série de práticas internas para garantir que está conduzindo os negócios de maneira ética e transparente, de acordo com as leis aplicáveis ​​em todas as jurisdições onde operamos. Nossa postura contra qualquer forma moderna de escravidão se reflete nas seguintes práticas e políticas comerciais da Scholle IPN:

Políticas de Contratação e Emprego: Os candidatos a empregos na Scholle IPN não precisam pagar nenhuma taxa para serem considerados para uma vaga. Nossos processos de aquisição de talentos incluem a verificação da elegibilidade de todos os candidatos a vagas de empregos. Só contratamos pessoas com 18 anos ou mais. Não retemos quaisquer formulários de identificação emitidos pelo governo apresentados por candidatos ou funcionários em conexão com nossos requisitos de verificação de elegibilidade ou como uma condição de emprego. Atendemos ou excedemos os padrões de salário-mínimo em todas as jurisdições onde operamos.

Linha direta de denúncias: A empresa tem uma política de portas abertas: os funcionários podem relatar quaisquer reclamações aos seus supervisores, Recursos Humanos, Departamento Jurídico ou gerente de instalação de cada local da Scholle IPN. Caso os funcionários prefiram levantar questões anonimamente, eles estão cientes de que podem ligar para nossa Linha Direta de Ética anonimamente e sem medo de represálias. A disponibilidade deste recurso multilíngue é anunciada por meio de postagens colocadas nas áreas comuns / refeitórios de todas as nossas instalações globais.

Código de Ética. Este documento destaca os princípios que orientam a maneira como conduzimos os negócios. Inclui as expectativas da empresa em relação aos nossos funcionários e parceiros de negócios em relação a todas as formas modernas de escravidão. Os novos funcionários são informados desta política no seu processo de integração. Os funcionários atuais recebem cursos de atualização periódicos realizados em conjunto com nossa Política Internacional de Negócios.

Nossa cadeia de suprimentos

Scholle IPN opera com uma política de fornecedores e mantém uma lista de fornecedores autorizados. Para se qualificar como um fornecedor Scholle IPN, nossos parceiros de negócios em potencial passam primeiro por um processo de avaliação/ diligência que nos ajuda a confirmar sua posição como cidadãos corporativos cumpridores da lei. Como parte dos negócios com a Scholle IPN, além de nosso processo de due diligence, nossos fornecedores também devem concordar em conceder ao nosso pessoal de compras e equipes de auditoria acesso às suas instalações para verificação de seus processos de fabricação, práticas e condições de trabalho.

A maior parte dos nossos fornecedores são grandes fabricantes já bem estabelecidos e de classe mundial que são contratualmente obrigados a cumprir todas as leis aplicáveis, incluindo proibições sobre o uso de trabalho forçado e tráfico de pessoas. O descumprimento de nossos padrões de negócios será considerado por nós como uma violação contratual e pode resultar na rescisão de nosso relacionamento comercial com quaisquer partes não conformes.

Nossos Indicadores de Desempenho

A eficácia de nossas práticas e políticas em relação à prevenção do tráfico de pessoas e outras formas modernas de escravidão se mostrará evidente se nenhum relatório for recebido por parte dos funcionários, do público ou de agências de aplicação da lei para indicar que quaisquer instâncias de tais práticas foram identificadas.

 

Regras e Instruções da ABMA para o Uso de Bags Assépticos

A boa preservação do produto está diretamente relacionada ao uso correto dos bags assépticos. As seguintes instruções são importantes:

PRESERVAÇÃO E MANUSEIO:

Se a caixa contendo os bags assépticos for recebida danificada, a ponto de o conteúdo ficar exposto, não as use. Mantenha os bags assépticos em armazéns protegidos e em condições ambientais e higiênicas corretas. Os bags devem ser armazenados entre 5 ° C (41 ° F) e 32 ° C (90 ° F).

Em particular, mantenha os bags longe de:

  • altas temperaturas
  • direta incidência do sol
  • artigos venenosos ou com mau cheiro.

O bag permanecerá asséptico se não for violado. Tenha cuidado para não danificar os bags ao abrir as caixas. Retire os sacos das caixas individualmente apenas no momento do enchimento, evitando com cuidado qualquer possível dano.

Todos os bags restantes após as operações de enchimento devem ser cuidadosamente embaladas nas caixas originais para evitar danos. A expectativa é de que os bags não envasados estejam aptos a serem utilizados até 36 meses da data de fabricação, desde que respeitadas as condições de armazenamento e estocagem detalhadas acima. Recomenda-se que o princípio de “Primeiro a entrar, primeiro a sair” (FIFO, first in, first out) seja aplicado em bags vazios. Se este período de tempo for excedido, é necessário entrar em contato com o fabricante do bag antes do uso.

IRRADIAÇÃO:

As embalagens são identificadas com um indicador de irradiação. Verifique sempre se os pontos indicadores de irradiação (indicação das condições assépticas do bag) são da cor correta, que é vermelha. Nunca use caixas com um ponto amarelo (os bags não são irradiados). Em caso de dúvida, contacte o seu fornecedor por escrito no prazo de 7 dias após a recepção dos bags.

RECIPIENTES EXTERNOS:

As dimensões dos bags são proporcionais ao tamanho do recipiente externo. As dimensões dos bags deverão ser determinados pelos técnicos do fornecedor: o tamanho interno do recipiente externo deve ser informado ao fazer o pedido de bags assépticos. A parte interna do recipiente externo deve estar livre de arestas, arranhões ou impurezas, para evitar danos à bolsa (rasgos e furos) durante as operações de enchimento e transporte.

ENCHIMENTO:

Manuseie a bolsa asséptica com cuidado durante a operação de enchimento, garantindo que ela seja segurada corretamente pela pinça / grampos para minimizar a tensão aplicada ao encaixe. Durante o enchimento, o filme da bolsa não deve estar em contato direto com as partes quentes da cabeça de enchimento. Evite que vapor ou condensado quente flua para o filme da bolsa durante o processo de enchimento.

O sistema de elevação do recipiente ou o movimento da cabeça de enchimento deve garantir que a carga do produto seja suportada pelo recipiente durante o processo de enchimento completo. O estabelecimento da sequência correta de elevação do recipiente externo ou etapas de movimento da cabeça de enchimento deve minimizar o peso carregado pelo acessório com a pinça/grampo liberando o peso apenas no final do ciclo. É particularmente importante verificar se o fecho está colocado corretamente no bico. Após o enchimento, dobre com cuidado os cantos vazios da bolsa em direção ao centro, tomando cuidado para evitar vincos e alisando a superfície. Certifique-se de que a bolsa cheia está totalmente apoiada no recipiente externo.

ENCERRAMENTO:

Evite a introdução de corpos estranhos que possam danificar a bolsa asséptica. Tome cuidado para não prender a bolsa com a tampa ao fechar o recipiente externo. A tampa do recipiente externo deve fechar bem. É importante manter um registro da data de produção, o número da cabeça de enchimento, a temperatura da cabeça de enchimento e o número da bolsa que acompanha cada recipiente externo. Isso evitará o manuseio de todos os contêineres externos em caso de danos, pois permitirá identificar e ordenar o lote reclamado, economizando tempo e dinheiro e permitindo o controle e avaliação imediata de eventuais danos.

IMPORTANTE: Para bags de produtos líquidos

Evite espaço vazio entre a bolsa cheia e a tampa superior do tambor ou outro recipiente externo.

Se houver espaço vazio, ele deve ser completamente preenchido para evitar movimento excessivo do saco dentro do recipiente externo.

  • Quando a viscosidade for inferior a 500 CP (a 20°C, BROOKFIELD) é necessário consultar os técnicos dos fornecedores.

Processo de esterilização durante a operação de enchimento:

LÍQUIDOS DE ESTERILIZAÇÃO

As condições mencionadas devem ser respeitadas no caso de utilização de líquidos de esterilização. Os sais de cloro, que são utilizados em solução para esterilização nas áreas de envase, devem ter concentração de cloro não superior a 250PPM e devem ser tamponados de forma a manter o pH das soluções em 7 + 1. Remova com cuidado o excesso de líquido de esterilização uma vez que a bolsa foi fechada. O ataque do metal que pode ocorrer como consequência do não cumprimento das condições acima não será reconhecido. O uso de outros líquidos de esterilização estará sujeito à aprovação do fornecedor do saco e do enchimento.

ESTERILIZAÇÃO DE VAPOR QUENTE:

No caso de esterilização a vapor até 105 ° C, somente bags com componentes e filmes adequados para este sistema específico devem ser usados.

ARMAZENAMENTO E TRANSPORTE DE RECIPIENTES CHEIOS:

Para obter um bom resultado, os recipientes cheios devem ser adequadamente protegidos do sol, chuva, poeira e temperaturas extremas. Os contêineres cheios devem ser posicionados e amarrados firmemente em paletes apropriados durante o deslocamento da fábrica e o transporte, para evitar qualquer tipo de movimento.

Não transporte os recipientes cheios em temperaturas abaixo de 1 ° C, para evitar a formação de gelo na superfície do produto, que pode danificar irremediavelmente a bolsa.

NOTA:

A bolsa asséptica é apenas um dos elementos de um sistema de preservação de um produto. É claro que qualquer etapa antes da operação de enchimento (por exemplo, durante a esterilização do produto) pode causar problemas que não estão relacionados à bolsa. Portanto, é essencial, em caso de reclamação, que os técnicos do fornecedor possam verificar o processo de produção e os registros (em particular registros de temperaturas na cabeça de enchimento durante a produção) e também ações de manutenção na máquina de enchimento antes da estação asséptica, a fim de identificar a verdadeira origem do problema. Nenhuma reclamação de danos será aceita sem a documentação adequada por parte do cliente.

ScholleIPN Simply Flexible

Sua solução de embalagem totalmente flexível, desde a ideia até a execução.

SAIBA MAIS

Embalagem para a economia circular

SAIBA MAIS
ScholleIPN Circular Economy Icon